SEMI-FRIO COR DE ROSA C/ FRUTOS VERMELHOS E HORTELÃ

SEMI-FRIO COR DE ROSA

Ora bem, a princesa mais nova desta casa fez 4 aninhos. Com 4 anos uma menina já é dona de ideias claras e fixas sobre o que deseja.

Depois de uma véspera de aniversário passada a mimar o pequeno príncipe, chegados a casa, uma mãe só pede descanso, um banho quente e uma almofada fofinha, porque uma mãe sozinha de três até consegue dormir em pé pelas 20h30… encostada à ombreira de uma porta!

Mas a faina continua e a princesa demandava os seus desejos de aniversário da realeza:

– Um bolo fresco sem ser bolo, ou seja, bolo que não é bolo!! Aos 4 anos, tudo é possível.

– Cor-de-rosa.

– Com morangos, framboesas e mirtílos.

À última da hora a criança entreteu-se a colher hortelã, que teve obrigatoriamente de entrar.

Pensei e repensei o assunto. E então decidi! Vamos fazer um semi-frio, que irá cair bem ao meio da tarde com certeza.

Até porque um bolo de aniversário não tem de ser realmente um bolo… pode ser o que nós quisermos desde que o ingrediente principal seja felicidade colhida da grande árvore do amor!

INGREDIENTES:

1 LATA DE LEITE CONDENSADO

2 PACOTES DE NATAS + 1 PACOTE PARA FAZER CHANTILIN

AÇÚCAR A GOSTO – para o chantilin

2 CLARAS DE OVO

4 FOLHAS DE GELATINA COLORIDAS (DE ROSA, NO CASO), OU EM SUBSTITUIÇÃO (como eu fiz, porque tenho um bocado a mania das coisas saudáveis)  ou 4 FOLHAS DE GELATINA INCOLOR + 1 MÃO CHEIA DE MORANGOS TRITURADOS COM A VARINHA MÁGICA

FOLHAS DE HORTELÃ (para decorar)

1 PACOTE DE BOLACHAS MARIA

MORANGOS, FRANBOESAS E MIRTILOS (para decorar)

PREPARAÇÃO

Untar uma forma com margarina e farinha para que o doce não agarre e forrar com papel vegetal – colocar no congelador

Colocar um pacote de bolachas Maria num saco plástico, fechá-lo, enrolá-lo num pano de cozinha e com um rolo da massa partir as bolachas até ficarem em pedacinhos bastante pequenos.

Levar as bolachas trituradas ao forno, num tabuleiro até ficarem tostadinhas. Atenção! Não deixe queimar.

Derreter as folhas de gelatina segundo as instruções da embalagem (não vou colocar aqui todos os passos, porque todas as embalagens têm esse procedimento e é super-simples). Deixá-las a repousar até entrarem para a mistura.

Bater as natas até ficarem firmes. Juntar as claras de ovo e continuar a bater. Depois junta-se a lata de leite condensado, a gelatina e continua a bater-se até que tudo fique homogéneo, bem misturado e bem firme.

Forra-se o fundo da forma pré-congelada com as bolachas e deita-se o preparado por cima. Vão ambos misturar-se e é isso que se pretende.

Deixe no congelador de um dia para o outro (o que já adianta bastante trabalho), decore e delicie-se.

Quando desenformar cubra de chantilin e coloque os frutos vermelhos e a hortelã por cima.

Agora perguntam vocês, queridas Ultras… E isto é assim? Tudo numa tigela grande, bater com a batedeira e deitar numa forma?

É. E SABEM PORQUÊ? Porque foi a minha filha com 4 anos que fez quase todo o processo e EU SÓ SERVI DE AJUDANTE! Ela ficou radiante pelo simples facto de SER CAPAZ. E eu tenho a certeza que isso ajudou à construção da sua auto-estima, além do momento mãe-filha que foi fantástico. Ela gostou tanto de ser capaz que no fim de semana seguinte, fizemos uma recepção para a família para comemorar o aniversário e ela quis fazer o seu próprio “bolo” de anos, decorá-lo e partilhá-lo com a família.

Nota: Chantilin – Bater as natas depois de bem frias – mais ou menos 8 a 12 horas no frio (é assim que eu faço) com o açúcar até este se dissolver completamente e a consistência do preparado ser bem firme e espesso. Depois de preparado tem de ficar no frio.

Por EQUIPA UltraFeminina

equipa.ultrafeminina@gmail.com


ultrafeminina.pt é mais que um endereço, é o nome da sua nova amiga, da sua nova atitude e do seu novo refugio secreto. Porque ser feminina não basta... é preciso ser ultra feminina!