ultrafeminina.pt é mais que um endereço, é o nome da sua nova amiga, da sua nova atitude e do seu novo refugio secreto. Porque ser feminina não basta... é preciso ser ultra feminina!

Não podia deixar de partilhar convosco esta experiência em que nos metemos. Quando soube que a minha Alice vinha a caminho, a minha cabecinha maternal começou instantaneamente a fervilhar de ideias e mais ideias. Toda eu em modo quartinho cor-de-rosa, de tal ordem que hoje – já a minha princesa apagou a sua primeira velinha […]

O despertador já tocou uma vez! Claro que a sua cabeça sabe que ele irá tocar novamente daqui por 10 minutos, mas insiste em esburrachar a cabeça na almofada uma vez mais. É claro que você e o despertador voltarão a repetir este tango até que você olhe de repente para o relógio e salte […]

Quando uma relação termina, isso pode dever-se a inúmeras coisas. Um dos fenómenos que mais observo são relações que morrem tal e qual como as plantas: por falta de atenção e competência. O mundo de hoje, especialmente num país afogado na crise como é o nosso, é caótico conciliar todas as frentes a que somos […]

Existem certas palavras (quase todas até) que por via das incontáveis vezes que as usamos ao longo da vida, perderam o seu real significado. Regressar é só mais uma delas! Regressar a casa faz-nos também reflectir sobre a palavra casa, e não bastam quatro paredes erguidas para que lhe possamos chamar assim. Regressar a casa […]

São sem dúvida a maior das fontes da nossa alegria, do nosso empenho e da nossa motivação. Os nossos filhos são algo completamente inexplicável… Para os homens também o deverá ser, mas para nós mulheres, a palavra filho toma um significado de todo diferente. Não quero dizer com isto menos profundo ou menos presente… simplesmente […]

A moda é um fenómeno. Inegável. Já não é, e há muito que deixou de ser apenas a necessidade e vontade de nos cobrirmos e adornarmos. A moda, penso eu, assumiu também o estatuto de fenómeno linguístico e forma de comunicação. Por vezes a única forma de comunicarmos a um mundo global recheado de estranhos, […]