AS MULHERES JÁ NÃO CASAM DE BRANCO

AS MULHERES JÁ NÃO CASAM DE BRANCO

As mulheres estão diferentes. Mais confiantes, mais adaptadas, mais sensuais, mais atarefadas e sobretudo… mais importantes no “todo” da sociedade. As mulheres deram uma volta à sua condição e a tudo o que esta representava no passado e isso constata-se em tudo à nossa volta, em todas as profissões e em todos os âmbitos. Eu espero sinceramente ainda ser viva no dia em que uma mulher assumir a nossa presidência da república, sendo que já tivemos uma Primeira-Ministra entre 1 de Agosto de 1979 e 3 de Janeiro de 1980, de seu nome Maria de Lourdes Pintasilgo.

Nos últimos anos temos vindo a apreciar um conjunto de mulheres que se apresentam não só mais poderosas como já assumem alguma ousadia. As mulheres estão sem dúvida mais libertas e mais ousadas. Sem medo de ser atraente e de conjugar isso com os seus cargos de trabalho. É verdade que esta ainda é uma tendência discreta para quem não ocupa um cargo de poder ou é “patroa” de si mesma, muito até por culpa da elevada taxa de desemprego que infelizmente obriga as mulheres a retroceder anos de evolução em prol de serem transparentes no local de trabalho e assim o conseguir manter. E isto verifica-se tristemente!

As mulheres estão sem dúvida mais libertas e mais ousadas. Sem medo de ser atraente e de conjugar isso com os seus cargos de trabalho.

É evidente que o título deste artigo não se refere exactamente às palavras que o compõe, mas sim a esta diferença de ingenuidade e acima de tudo ao poder que as mulheres conquistaram de seguir a direcção que entenderem.

Em relação aos homens… as mulheres também já não se comportam da mesma forma. Hoje as mulheres escolhem literalmente o homem com quem querem dormir, com quem querem partilhar as suas vidas e já não temem dizer – Não ou Basta!

Na intimidade e no erotismo, as mulheres estão também diferentes, são agora donas dos seus próprios desejos e dos seus próprios fetiches. Procuram a sua satisfação e cultivam activamente a sua sensualidade. As mulheres são hoje em dia mais ousadas e mais atrevidas e fazem-no com todo o seu charme, com toda a sua elegância e com toda a sua classe.

Yasamin

As mulheres são donas de si!

E tudo me leva a crer que estaremos por exemplo, em termos salariais ou em número de cargos políticos, dentro em breve a par e passo com os homens. Cada uma das novas feminas entendeu que pode vencer… e que para tal não é necessário andar a passear pela empresa disfarçada de homem em fato cinzento e tailleur desenxabido… sinceramente, será que ainda pensa que uma mulher excepcionalmente bonita, em saltos agulha ou de batom vermelho está a tentar subir na carreira em posição horizontal? Se pensa assim… cresça e apareça! Talvez essa mesma mulher tenha um QI duas vezes acima do seu e seja uma melhor profissional que qualquer engravatado de estimação.

E já agora: nem todas as mulheres [não estou com isto a dizer que não as haja] que se arranjam para ir trabalhar têm como intenção seduzir o chefe, por duas razões – primeiro, porque as mulheres inteligentes se arranjam por uma questão de auto-estima e porque se sentem bem [entendam isto homens!] e segundo porque quem tem chefe, é índio!! 😉

— por Mrs. Simple

equipa.ultrafeminina@gmail.com

Seguir a UltraFeminina

Gostou? Partilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Em destaque

Artigos relacionados

O AMOR

Não é porque nos aproximamos do Natal que este tema deve ser debatido aqui no pasquim das Ultras. É sim, porque nos parece pertinente para